Logo

O Circo No Ato é um coletivo de artistas criado durante o curso de formação da Escola de Circo Social do Crescer e Viver a partir do processo de criação do espetáculo “Um dia de João”, pelo reconhecimento de uma afinidade artística conquistada no trabalho. O coletivo encontra nas ruas as suas primeiras possibilidades de atuação, e na escola a estrutura e o direcionamento necessário para a estruturação da companhia.

Formado por 12 artistas que atuam com diversas técnicas circenses, o grupo vem desenvolvendo ao longo dos últimos três anos atividades relacionadas à criação e circulação de espetáculos de circo, através de ações relacionadas à descentralização do acesso à cultura no estado e na cidade do Rio de Janeiro. Os integrantes da companhia trazem ainda uma bagagem cultural anterior com formação em áreas como Teatro, Dança, Direção Teatral, Jornalismo e Economia, contribuindo para uma identidade artística plural e múltipla.

Nestes três anos, o Circo no Ato realizou a montagem de três espetáculos. O primeiro foi “Um dia de João”, que já realizou mais de 100 apresentações, e o segundo “Febril”, que conta com a coprodução do Crescer e Viver. Em 2016, o grupo finaliza o processo de Criação do novo espetáculo da Companhia, que começa com uma Residência Artística na Central del Circ, em Barcelona, em setembro e outubro de 2015, e tem como resultado final o novo espetáculo, A Salto Alto – Entre gentilezas e extermínios, que realizou temporada de estreia em junho de 2016, na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro. A direção é do italiano Roberto Magro e do Circo no Ato.

Com esses trabalhos de repertório, o Circo no Ato realizou uma extensa circulação no estado do Rio de Janeiro e na capital, tendo visitado em sua maioria, cidades com pouco acesso à cultura e bairros da capital fora do eixo Centro-Zona Sul. Integrou a programação de festivais como: Festival Internacional de Circo do Rio de Janeiro, Festival Sesc de Circo em São Paulo, FIL – Festival Intercâmbio de Linguagens no Rio de Janeiro, Festival Paulista de Circo, Festival de Circo de Campo Mourão, Paraná, Anjos do Picadeiro, Rio de Janeiro, Festival Santa Maria Sesc Circo, entre outros.

Em paralelo à produção de espetáculos o coletivo criou e desenvolveu de maneira totalmente autônoma o Cabaré Circo no Ato, um espetáculo de variedades que tem a crítica e a comicidade como principais características e a democratização da arte como missão. Pensado em um formato que dialoga com a estrutura mais popular e tradicional do universo circense, o Cabaré é um espetáculo versátil que o Circo no Ato realiza com frequência em espaços públicos ou eventos privados. Realizou temporada de um mês no Arpoador, integrou a Ocupação de Aniversário do Circo no Ato no Teatro Cacilda Becker e a programação de eventos como Ocupa Passeio, Anjos do Picadeiro e o Ocupa Escola da Prefeitura do Rio de Janeiro.

O Circo no Ato foi contemplado com o Prêmio Carequinha/Funarte em 2013, para a realização de uma circulação de rua por 10 cidades do estado do Rio de Janeiro. Foi vencedor da Mostra Competitiva de Circo do FIl em 2014 e contemplado com o Viva a Arte!, Fomento Direto da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro em 2015, para a criação do novo espetáculo de repertório da companhia em 2016.

 

Circo no Ato